Quinta-Feira, 22 de Fevereiro de 2018

Logo
Logo
Sábado, 10 de Fevereiro de 2018
POR: Equipe Valle
Proprietário de loja de veículos novos e usados é executado, em Goiás
Policia

João Vitor de Barros tinha 36 anos e foi morto com um tiro no rosto. O crime aconteceu antes das 22 horas da última sexta-feira (9), em Palmeiras de Goiás. A motivação ainda é uma incógnita para as autoridades policiais, que fazem buscas de imagens de monitoramento para ajudar a esclarecer a autoria e chegar à motivação do fato.

Vítima era proprietário de uma loja que vendia veículos novos e usados, mas polícia acredita que a atividade comercial de João Vitor, conhecido na cidade como JV, não tenha ligação com a morte. Ainda não se sabe de brigas ou rixas antes da morte.

A informação da Polícia Militar da cidade dá conta de que um homem chegou ao bar da irmã de João Vitor e não abordou ninguém mais, se dirigiu ao comerciante e efetuou o disparo fatal no rosto. “O crime tem característica de execução, mas nos intriga porque a vítima não tinha passagens; o que vamos buscar agora, em apoio à Polícia Civil que investiga o caso, é imagens de monitoramento para chegar à autoria”, disse o comandante do 25º Batalhão da Polícia Militar (BPM) major Daniel Gomes.

João Vitor se candidatou nas eleições de 2016. Ele disputou o cargo de vereador pelo Partido Republicano (PR), mas atingiu apenas 132 votos e foi derrotado.