Terça-Feira, 23 de Janeiro de 2018

Logo
Logo
Quarta-Feira, 10 de Janeiro de 2018
POR: Equipe Valle
Polícia investiga morte misteriosa de jovem em condomínio de luxo
Policia

Após ficar desaparecida por seis dias, Gabrielly Teixeira de Oliveira Santos, de 20 anos, foi encontrada morta, amarrada a uma árvore em um condomínio de luxo em Bertioga, litoral de São Paulo, na noite de sábado (6/1).

 

A Polícia Civil investiga o caso e acredita que a cena do crime possa ter sido forjada para simular suicídio. O corpo tinha uma corda amarrada ao pescoço e estava parcialmente pendurado em um galho de árvore em meio a um matagal.

 

Gabrielly foi encontrada por turistas que caminhavam pela Alameda do Redo, na Riviera de São Lourenço.

 

O corpo da jovem foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Santos para que a real causa da morte seja identificada. “O nó da corda estava embaixo do queixo dela, mas, geralmente, teria que ficar atrás, na nuca. A cena que estava ali não é padrão de suicídio”, explica o delegado titular da cidade, Sergio Nassur. Além disso, policiais verificaram um afundamento em um dos lados da cabeça de Gabrielly.

 

A Polícia Civil não descarta qualquer hipótese no caso, uma vez que não existe boletim de ocorrência sobre o desaparecimento da vítima. Testemunhas afirmam tê-la visto pela última vez na manhã do dia 1º de janeiro.

 

Gabrielly passou o Réveillon com o namorado no condomínio, mas a polícia ainda não conseguiu localizá-lo. O rapaz não é tratado como suspeito, mas o delegado quer saber o porquê de ele não ter procurado a polícia durante o desaparecimento da vítima, ou até mesmo, contatado a família dela. (Com informações do Aconteceu em Bertioga)