Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Logo
Logo
Terça-Feira, 10 de Outubro de 2017
POR: Equipe Valle
Câmara de vereadores de Ceres paga contrato no valor de R$ 7300,00, a Radio Legal FM, o que representa um aumento de quase 200% em relação ao contrato anterior com a Radio Alvorada
Policia

Com mais de 30 anos de história e tendo participado de grandes acontecimentos de Ceres, Rialma e municípios da região, O radialista Edson Rodrigues da Radio Alvorada de Rialma foi vítima de considerações difamatórias na sessão de terça-feira,  na câmara de vereadores com transmissão pela emissora Legal FM. As palavras ditas de maneira infeliz podem trazer sérias consequências para a emissora, por estar sendo usada para direcionamento político. Quanto às palavras caluniosas, elas serão rebatidas pelo respaldo que o radialista Edson Rodrigues tem, não apenas entre a população de Ceres e Rialma, mas de todos os municípios da região ao qual presta relevantes serviços ao longo de mais trinta anos.

 

No dia 26 de outubro, a emissora Legal FM, levou ao ar um programa da Câmara Municipal de Vereadores do Município de Ceres. O presidente da câmara Flavio da Silva Arantes usou a tribuna da Câmara de Vereadores e resolveu difamar e caluniar o radialista. O fato ocorreu após Edson Rodrigues ter entrevistado o promotor de justiça de Ceres Marcos Alberto Rios no seu programa jornal 810, na rodio alvorada de Rialma sobre uma recomendação do Ministério Publico feito ao presidente da Câmara de Ceres Flavio da Silva Arantes, na recomendação o Promotor pode para o Vereador não fazer pagamento aos vereadores com reajuste salarial.

 

O radialista Edson Rodrigues ressalta que em seus programas diários na rádio alvorada, age com imparcialidade não toma partido na cidade vizinha. Disse ainda que uma rádio deva ser suprapartidária, o que não é o caso da emissora Legal FM.

 

O presidente da câmara Flavio da Silva Arantes não mede as palavras para difamar quem quer que seja. Com sua postura irresponsável, linguajar chulo do vocabulário de quem não tem educação, ele usou criminosamente o microfone da rádio Legal FM, controlada por um dos seus diretores. Caluniando, difamando, ofendendo, causando danos morais, assassinando reputações, com mentiras, injúrias e ataques a alvos de seu interesse.

 

Na mesma sessão Flavinho reagiu a uma postagem publicada no SITE do Jornal Folha de Ceres pelo jornalista Ferdinando Crisostomo Ricardo, tendo como origem os ataques criminosos contra uma parte das empresas local.

 

E justificando a acusação, o presidente da câmara de vereadores Flavio da Silva Arantes fez varia acusações infundadas, entre outros ataques, de que Ferdinando estaria revoltado com a Câmara de Vereadores porque não teve renovação de um contrato para o seu jornal.

 

Ferdinando rebateu as acusações de Flavinho, afirmando que a radio legal FM tem contrato CLIQUE AQUI ,com a câmara de vereadores de Ceres no valor global de R$ 73.000,00 (Setenta e Três Mil Reais), com parcelas de R$ 7.300,00 (Sete Mil e Trezentos Reais) mensais, considerando os 10 meses de prestação de serviços, motivo pelo qual Flavinho vem denegrindo os outros órgãos de comunicação.   

 

Segundo Ferdinando a câmara de vereadores no ano passado tinha um contrato com a radio alvorada de Rialma para prestar o mesmo serviço no valor de R$ 2.500,00 (Dois Mil e Quinhentos Reais) o que representa um acréscimo de aproximadamente 192% em relação ao contrato atual com a radio Legal FM de Ceres.

 

Ainda segundo Ferdinando a radio legal FM tem dado espaço somente para pessoas da base aliada do vereador Flavinho.