Domingo, 19 de Novembro de 2017

Logo
Logo
Sexta-Feira, 14 de Julho de 2017
POR: Equipe Valle
Operação da Denarc prende sete homens suspeitos de abastecer o tráfico de drogas em Goiás
Policia

A Polícia Civil do Estado de Goiás, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Narcóticos (Denarc), desarticulou, na noite desta quinta (13), uma organização criminosa dedicada ao tráfico interestadual de drogas. As esquipes apreenderam, no Jardim Europa, região sudoeste da capital, um automóvel carregado com 700 quilos de maconha. Concomitantemente, em um hotel no setor Rodoviário, sete investigados foram presos, todos vinculados à droga encontrada. O grupo saiu de Dourados (MS) e veio direto para Goiânia.

As investigações, iniciadas há quatro meses a partir de informações prestadas pela Denarc de Alagoas, revelaram que um grupo criminoso sediado em Mato Grosso do Sul, na cidade de Dourados, distribuía a uma organização goiana grande quantidade de maconha, droga que, além de disseminada na capital e região metropolitana, era remetida a estados do Nordeste, em especial Sergipe e Alagoas. Foi a partir da prisão de um traficante alagoano que a Denarc alagoana teve acesso às informações inerentes ao grupo e, tendo em vista a identificação de contatos goianos, às repassou à Denarc de Goiás

Iniciadas as ações, as equipes da Denarc-GO identificaram os fornecedores de drogas sul-matogrossenses, que, além de venderem a droga, a transportavam até os adquirentes, no caso, os traficantes goianos. Assim que ingressaram em Goiânia, deixaram o automóvel abarrotado de maconha em uma residência no Jardim Europa e foram para um hotel no Setor Rodoviário, com o intuito de regressarem para o Mato Grosso do Sul após descansarem. Neste instante, as equipes da Denarc apreenderam a droga e os prenderam.

Foram presos Joelson Lima Santos (46), apontado como líder da organização; Marcelo da Silva Nascimento (32); Jaisson Oliveira Souza (20); Anderson Nunes Vestena (32); Abel Reginaldo da Silva Martins (39); Gustavo da Silva Pereira (20) e Paulo Ratier Pereira (41). Todos do Mato Grosso do Sul, os presos são especialistas no transporte de drogas, principalmente no disfarce e escolta quando do trânsito na rodovia.

Jaisson dirigia o carro carregado com a droga. Joelson, Abel e Paulo estavam em uma camionete e Marcelo e Gustavo em outro veículo, ambos com a função de escoltar o carregamento. Se condenados, os presos podem pegar até quinze anos de reclusão por tráfico de drogas, com a possibilidade de aumento de até dois terços da pena por se tratar de tráfico interestadual, além de dez anos por associação para o tráfico, com a mesma hipótese de aumento.

As investigações da Denarc estão avançadas e em breve ações serão realizadas em face do grupo de traficantes goianos, que adquirira a droga. Entretanto, neste instante, maiores detalhes não podem ser expostos, sob pena de prejudicar os trabalhos.